Portugal Glorioso

«Vergonha! A Altice está-se borrifando» Joana Amaral Dias

 ● 24.2.18 0 0  ● API
Subiu oficialmente para 113 o número de mortos dos incêndios.
Na esquecida aldeia da Macieira (Sertã), a cidadã Maria Martins, de 80 anos, sentiu-se mal e o marido (com pouca visão e mobilidade) andou mais de dois quilómetros a pé, pela floresta, para pedir ajuda porque continuam sem fixo em casa.



113 não é número
A Altice está-se borrifando para quem não lhes dá grande lucro.


Subiu oficialmente para 113 o número de mortos dos incêndios do Verão passado.
Na esquecida aldeia da Macieira (Sertã), a cidadã Maria Martins, de 80 anos, sentiu-se mal e o marido (com pouca visão e mobilidade) andou mais de dois quilómetros a pé, pela floresta, para pedir ajuda porque continuam sem fixo em casa. Quando os bombeiros chegaram, a sua mulher já estava morta. Este casal esperou meses a fio e pediu insistentemente para que voltassem a ligar o telefone. Só que não ligaram.

Pois é. A Altice está-se borrifando para quem não lhes dá grande lucro. Vergonha!
De resto, a multinacional francesa foi sempre sacudindo a água do capote perante as suas muitas falhas nas tragédias de 2017 e nada lhe acontecerá por não ter cumprido o serviço a que está obrigada, tal como não sucedeu ao SIRESP, que até viu mesmo os seus contratos renovados.

Enfim, há sectores que são decisivamente estratégicos para qualquer Nação digna desse nome e que, em circunstância alguma, podem ser entregues aos privados e a estrangeiros que visam apenas lucrar.

113. Como é? Há ou não o regresso deste bens preciosos das redes de emergência, protecção civil e telecomunicações para as mãos do Estado? Ou ainda esperam pelo 114, 115, 116…. ? Alô, Portugal? Está aí alguém?

Joana Amaral Dias, CM.
Ler mais...

Campeões da Promiscuidade: Morais Sarmento

 ● 20.2.18 0 0  ● API
Nuno Morais Sarmento é sócio da Sociedade de Advogados PLMJ, que defende, entre outros, os administradores da EDP acusados de corrupção, António Mexia e João Manso Neto;

Nuno Morais Sarmento

Campeões da Promiscuidade e do Tráfico de Influências (XXIII):
MORAIS SARMENTO

Nuno Morais Sarmento é sócio da Sociedade de Advogados PLMJ, que defende, entre outros, os administradores da EDP acusados de corrupção, António Mexia e João Manso Neto; e que tem patrocinado os negócios da filha de Eduardo dos Santos, Isabel dos Santos. Esta sociedade foi também alvo de buscas no negócio do plasma que envolve a farmacêutica Octapharma.
Neste escritório é sócio principal José Miguel Júdice, que anunciou a "morte política de Rio"... talvez para que Sarmento suba a presidente do PSD e represente (ainda melhor) os interesses do seu escritório de advogados.

Paulo de Morais

Ler mais...

Reforma de Constâncio: 25 mil euros por mês

0 0  ● API
Vítor Constâncio deve deixar o segundo cargo mais bem pago do supervisor europeu em Maio, passando somar a pensão do BCE àquela a que tem direito como reformado do Banco de Portugal.

CONSTÂNCIO REFORMA-SE COM 25 MIL EUROS POR MÊS


O ainda vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), Vítor Constâncio, pode vir a receber uma reforma de 25 mil euros por mês. Vítor Constâncio deve deixar o segundo cargo mais bem pago do supervisor europeu em Maio, passando somar a pensão do BCE àquela a que tem direito como reformado do Banco de Portugal, avança o jornal "Correio da Manhã".

A reforma que Vítor Constâncio vai receber do BCE vai corresponder a mais de 16 mil euros, 70% do seu último salário, segundo as regras válidas para o cálculo de pensões do regulador bancário. A esta juntam-se cerca de nove mil euros a que tem direito como reformado do Banco de Portugal, desde 2010.

Segundo os cálculos do jornal, quando Vítor Constâncio deixar o lugar no BCE, terá recebido cerca de 2,5 milhões de euros só em salários. De fora ficam as contribuições, que foram feitas para seguros de saúde e de acidentes pessoais.

Vítor Constâncio pode ainda renunciar ao pagamento mensal da pensão do banco central, optando por receber as prestações a que tem direito todas de uma vez só, segundo indica o "CM". https://radioregional.pt/vitor-constancio-reforma-se-com-25-mil-euros-por-mes/
Ler mais...

Julgamento de Pedro Dias: «Isto é uma vergonha!» Hernâni Carvalho

0 0  ● API

Mãe da vítima de Pedro Dias obrigada a pagar uma fortuna ao Estado.



Pais do casal assassinado obrigados a pagar elevadas custas judiciais

"Mãe da vítima de Pedro Dias obrigada a pagar uma fortuna ao Estado, apenas porque se constituiu assistente para saber quem lhe matou a filha. Isto é uma vergonha". (Hernâni Carvalho)

Ler mais...

«Não ponham este homem na ordem, não!»

 ● 15.2.18 0 0  ● API

Jaime Marta Soares: Boicote aos fogos
Liga dos Bombeiros ameaça retirar o apoio ao dispositivo de incêndios florestais




"Decidimos priorizar um conjunto de situações que se resumem a dez propostas das 30 que nós temos", embora todas sejam "para manter", começou por dizer o presidente da LBP, Jaime Marta Soares. "E se o Governo até ao dia 28 deste mês não nos der respostas concludentes, e que as aceita, nós vamos retirar o apoio” ao dispositivo dos incêndios florestais, por exemplo, e "também vamos pugnar para que nenhum comandante dos bombeiros participe nos CDOS [Comando Distrital de Operações de Socorro] como oficial de dia, ou seja, nas estruturas da Autoridade Nacional de Protecção Civil", acrescentou.
* * * * * *

Não ponham este homem na ordem, não! Continue-se com a palhaçada do combate aos incêndios com bombeiros pseudo-voluntários! Morrerem 120 pessoas e arderem mais de 550 mil hectares foi ainda pouco, não foi?

Pedro Almeida Vieira
Ler mais...